Sim, quero-te



Sim, quero-te
(Marta Rodriguez)

Quero-te
Sob os meus libertinos beijos
Compartilhando dos nossos sabores
Sob o rufar dos tambores dos nossos corações...

Sim, toque-me!
Beije-me, sinta-me...

Sim, quero-te
Sob o acetinado dos prazeres
Acariciando-me e, num impulso sedutor
Acolhendo-me em teu corpo tão desejado.

Ah! Como te quero
Na invasão dos meus pensamentos e,
Sob a comunhão da nossa cumplicidade
Em meu corpo, o teu, sentir-se estimulado...

Sim, quero-te
Em todos os meus cenários de amor
Compartilhando desta vitalidade,
Destes desejos e sentimentos
Que sugerem um misto de amor e prazer...

Sim, quero-te
Em todos os movimentos
Lindo e vivaz
Na junção dos nossos corpos
Em diferentes posições sensuais...

Quero-te
Como a um tônico de amor
Revitalizando-me e,
Estimulando os meus desejos por ti
Na fantasia do no nosso viver...

4 comentários:

MEL10 disse...

Muito lindo seu novo cantinho, amiga.
Sua criatividade está em alta e sua produção de excelente qualidade. Lindos e ardentes ... xonates... seus poemas.. Parabéns, minina.. Que Deus te conserve que nem vinho .. A cada dia melhor !!! .. Bjus e meu carinho.

Nelson de Paula disse...

Muito bonito. Parabéns. Aliás, belo blog.

Waldo Lima disse...

Oi poetisa, td bem?
Obrigado por compartilhar comigo essa maravilha de poesia...suas palavras expressam bem o "sentir" de um coração enamorado:

"Viajo no sabor dos seus sabores,
Ao sentir na boca, o gosto gostoso do seu gosto,
Macio e doce, como se fosse
O mais gostoso dos doces..."

Linda e sensual poesia...
Bjos poetisa!

Kel disse...

Muito lindo. Parabéns