Amantes a moda moderna

(Marta Rodriguez)


Numa madrugada entediada
Eis que ele, um navegante solitário
Porém, viril e decidido,
Veio na essência da escuridão

As minhas fantasias explorar...
Sim, ele veio do lado de lá
De onde, no entardecer
O sol adormece nos braços do mar

Para me fazer do lado de cá, delirar...
Sim, ele veio doce e terno
Sonhador e faminto
Em meu corpo aportar,

Em meus lábios, os seus desejos saciar...
Sim, ele veio cheio de amor para dar

E para, do meu sumo provar.
Momentos vibrantes
Magias e encantos, delirantes...

Ele lá, e eu, cá!
Um computador, e nós dois nus
Sensações e prazeres nos enaltecendo
Dá vida à nossa imaginação...

Mãos ávidas e o desejo avassalador
Faz-me querer a tela do computador
Adentrar, me tele transportar

Para em sua cama me deitar...
O delírio e o fascínio
Nos permite nos tocarmos,
Nos amarmos e finalmente...

A explosão de um falo em erupção
Torna-nos amantes, confidentes de todas as noites
Findando então, a nossa solidão...

3 comentários:

kakau fonseca disse...

É muito interessante e prazeroso adentrar no seu blog. Eu adoro ler. E quando é algo que vale a pena então nem se fala. Beijos amiga.

Anônimo disse...

Aplaudindo de pé sua bela obra!!!Obrigada por compartilhar!!!beijo grande para voce!!!!
Parabéns minha querida!!bjsbjs

elizabeth disse...

Como está lindo !!!!!!!!!

Vc embeleza tudo q toca !!

Parabens!!!

Lyzy