Desejo

Que sensibilidade é esta
Que coloca o meu corpo em festa
Quando penso em você criatura
Tocando-me com ternura?

Por favor, me diz...

Que necessidade é esta
Que faz o meu corpo tremer
E o seu pedir, noite e dia,
Como se você fosse
Da minha alma, o elixir?

Que desejo é este
Que o meu corpo tortura
E sem nenhuma censura
Leva-me em seus braços, às alturas...

Por favor, me diz...

Que feitiço é este
Que em mim se manifesta
Com um simples beijo dado na testa
Provocando-me lampejos
Do amanhecer ao anoitecer...

5 comentários:

bellelune disse...

Lindo demais...Parabens!
Bjos da Bellelune

Meu Cantinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Taninha disse...

Lindo Marta!!!!!!Beijos!!

Anônimo disse...

Bom dia, minha querida. Depois dessa noite maravilhosa, vim desejar-lhe um dia pra lá de especial.
Para mim será e, com certeza, para vc tb será um dia repleto de coisas boas e alegrias, pq vc merece.
O seu poema está divino, como tudo que vc toca fica. Mais uma linda obra poética, carregada de sentimentos dos mais preciosos que existem: O AMOR!

Beijo carinhoso.(Antony Díaz)

Anônimo disse...

O ritmo e a presença das palavras é marcante! Excelente trabalho! Otavio JM