"Dueto" Tua e Sossegar-te-ei

Tua

Por: Kátia/Melody

Noites frias de outono
Um corpo quente aguarda
Por suas mãos ávidas

Deitada em lençóis de cetim
A saudade como companheira
E um desejo sem fim

Sentindo-se exposta, quase nua
Com esse desejo de ser tua.

Sossegar-te-ei
Por: Marta Rodriguez

Sossegar-te-ei, mulher amada...
Ouvi-te no sussurrar da noite,
vi-te sob os olhares da Lua
ansiando por meus abraços...

Vim no soprar dos ventos
Acalmar-te as vontades...

Beijar-te-ei a boca com amor,
manter-te-ei em ponto de brasa
sugando suavemente os teus seios
afagar-te-ei a têmpora e,

Com o teu corpo molhado sobre o meu...

...Far-te-ei minha, amada amante.
Embriagar-te-ei com um prazer
incessantemente incandescente...

...Até que em meus braços, adormeças
sob a felicidade, de uma saudade findada,
e de teus desejos de mulher, saciados...

2 comentários:

Mel disse...

Precisamos trocar mais versos. Adoro esse nosso dueto. Beijo grande.

Marta Rodriguez disse...

Bom dia Melody, fico feliz que tenha gostado, duetar você foi um prazer, que venham muitos outros...Beijinhos e uma lindíssima segunda-feira...